De: Neila Tavares
Para: Maria Lucia
Assunto: Favela bairro
Data: Terça-feira, 20 de Outubro de 1998 17:37

Cara Maria Lúcia,

Recebi o seu mail sobre o Favela Bairro. Quatro parlamentares comprometidos com o meio ambiente serão convidados por mim para formarmos uma frente ambiental: Minc, Sirkis (vereador), André Correa e Chico Alencar. Gostaria de ter acesso às ações contra o Favela Bairro para estudá-las. Você pode me ajudar nisto, dando as pistas?

Abraços,

Fernando Gabeira


From: Neila Tavares <neyla@ism.com.br>
To: Cezar Liper
Sent: Wednesday, September 06, 2000 2:00 PM
Subject: mensagem enviada ao Deputado Fernando Gabeira


Prezado Sr. Cezar Liper,
Gostaria de esclarecer alguns pontos do seu e-mail recebido hoje, 06 de
setembro:
Com certeza, o senhor não tem conhecimento do esforços feitos por mim para
colocar na agenda nacional a questão das lagoas do Rio, inclusive as da
baixada de Jacarepagua. Se o senhor buscar a a história do consórcio para
salvar da Lagoa de Araruama, o senhor encontrará meu trabalho no princípio,
eunindo secretários, estimulando prefeitos e a opinião publica. Se o senhor
tiver acesso ao debate na reuniao da bancada carioca para definir nossas
verbas orcamentarias, verá como me empenhei para que as lagoas fossem parte
de nossa dotaçao.
 Se o senhor perguntar ao Ministro Sarney quem o levou um documento sobr as
lagoas da barra da Tijuca e pediu sua interferIencia, numa audiência da qual
temos registros at´fotográficos tamb´m encontrara meu trabalho. Se o senhor
quiser examinar um pouco melhor a história da Lagoa Rodrigo de Freitas vai
saber que a maior manifestaçao em sua defea, o Abraço a Lagoa, se deu em
minha campanha, em 86.
 É absolutamente desonesto dizer que me interesso apenas pelo tema da
maconha. Consulte aos anais da Comissao de meio Ambiente da Câmara , da
comissão de direitos humanos ou mesmo da relaçoes exteriores e verá
inumúmeras e diversificadas provas do meu trabalho.
 Sinceramente não entendi os termos injustos e desrespeitosos com que me
tratou. No entanto, como deputado federal, sinto-me sempre no dever de
prestar contas aos eleitores, sejam de outros partidos e de outros
horizontes culturais sejam  que votaram em mim. No seu caso, além de ser de
outro horizonte cultural, a julgar pelos termos e o tom que utiliza, estou
diante de uma agressão verbal a que respondo da mesma maneira com que
respondo a todas as agressNoes: com a prova do meu trabalho parlamentar, que
pode ser testemunhado por qualquer deputado ou senador do Congresso
brasileiro, independente de sua posição politica.
Sem mais, despeço-me
Fernando Gabeira
 PS: A assesoria que controla o fluxo de e-mails informa que recebemos
e-mails quase que diários da Sra. maria Lucia Massot e que jamais foram
bloqueados.


De: "Maria Lucia Massot" 
Para: <neyla@ism.com.br>
Enviada em: sexta-feira, 8 de setembro de 2000 00:56
Assunto: mensagem enviada ao Deputado Fernando Gabeira


Sr. Deputado Fernando Gabeira,

Nós, moradores do Recreio conhecemos as suas declarações e propostas para a
Lagoa Rodrigues Freitas, e de Araruama. Admiramos inclusive suas posição
equilibradas nos debates. Entretanto temos também denunciado há 5 anos o
Favela Bairro Canal das Taxas, que está destruindo o meio ambiente, a
Lagoinha, o Canal das Taxas, o Morro do Rangel, e toda a Gleba C do Recreio.

Obtive uma resposta em 1998, quando iniciei as denúncias na Internet, e
quando me pediu que lhe fornecesse as ações judiciais em curso contra o
Favela Bairro, o que prontamente atendi.

Nunca mais obtive qualquer resposta sua ou dos políticos do PT, tais como o
Carlos Minc, Sirkis, um dos responsáveis por esse crime ambiental aqui no
Recreio, apenas o Senador Geraldo Cândido e o extraordinário Vereador
Eliomar Coelho se mostraram interessados nos e-mails, como diz, quase
diários, que envio a todos.

É de estarrecer que a Lagoinha, habitat do Jacaré de papo amarelo esteja
imunda, com o esgoto da Favela Canal das Taxas jogado diretamente nela, sem
que o senhor jamais tivesse dito uma só palavra.

A Favela que no início do favela bairro possuía cerca de 2.300 pessoas
cadastradas (1995) possui atualmente 13.000, sendo que 8.000 vivem no local.
O esgoto após esses anos continua sendo jogado na Lagoinha, sem qualquer
menção sua, do Sirkis, do Minc.

Sei que os meus e-mails são cansativos para alguns. Mas não vejo outra forma
de me manifestar.

Não duvido que o senhor tenha as melhores das intenções, nem de seu trabalho
como Deputado. Pelo contrário, acho um dos poucos com propósitos e gestos
firmes.

Mas tive o meu e-mail bloqueado, e isso é incontestável. Haja visto o que
diz a mensagem do Mail Delivery Service:
neyla@gabeira.com.br>:
> Connected to 200.215.129.6 but sender was rejected.
> Remote host said: 550 5.0.0 no access from your IP address
Como falo inglês, sei perfeitamente o que diz:
conectado ao 200.215.129.6 mas o remetente foi rejeitado.
O host remoto disse 550 5.0.0 acesso negado de seu endereço de IP

Como vê, não inventei, e nem tenho qualquer interesse em inventar, o
bloqueio. Sentimo-nos por isso agredidos por um representante do governo.

Aproveito para convidá-lo a vir ao Recreio dos Bandeirantes, aonde poderemos
mostrar a Lagoinha e os canais do bairro favelizados e poluidos, e o descaso
da Prefeitura que cobra altíssimo IPTU e afirma que somos classe média alta.

Certamente o senhor verá o que está acontecendo a essa região belíssima,
abandonada pelo Poder Público. Tenho certeza que poderá propor uma
recuperação e melhor aproveitamento da região.

Convido-o a acessar a homepage http://amaraciv.west.com.br da AMARACIV,
associação de bairro virtual que estamos criando. Lá encontrará nossa
proposta de transformar o Recreio em "Bairro Ecológico" e de desenvolver
tanto o turismo urbano como o turismo rural, que está trazendo divisas para
países da Europa.

Maria Lucia Massot